São José do Barreiro, SP

Serra da Bocaina

Fazenda Pau D´Alho

Uma das grandes atrações históricas de nossa região, a Fazenda Pau D´Alho está aberta a visitação de quinta a domingo, das 09h às 16h, em visitação não guiada. *** Atualização 03/2019: os horários de abertura ainda estão variando muito. Atualmente a Fazenda abre de quinta a sábado das 09h às 16h e aos domingos, de 11h às 16h. **** Construída em 1817, a fazenda inicia o plantio do café. Já em 1822 o cafezal está formado e João Ferreira recebe a ilustre visita de D. Pedro I, em ocasião da viagem em que proclamaria a independência do Brasil. João e seu filho Antônio teriam seguido viagem compondo a guarda de honra do imperador. A fazenda surpreende quem chega pela estrada, com seus muros de pedras num elevado, lembrando os fortes medievais. A senzala tem posição de destaque e se justifica pela necessidade de estar em local arejado e fresco, preservando os escravos e o alto investimento. Tulha, moinhos, roda d’água, depósitos, oficina, terreiro, casa grande, tudo projetado para facilitar a produção. Em 1858, no inventário de João Ferreira de Souza, a Fazenda Pau D’alho já contava com mais de 300 escravos. Com o declínio do café no fim do Séc XIX, foi adaptada à pecuária leiteira, ficando com a família dos fundadores até a década de 1960, quando foi adquirida pelo governo federal, para ser transformada em museu nacional do café. Foi restaurada, mas o projeto nunca chegou a ser concretizado. Esteve aberta ao público durante décadas, mas nos últimos 4 anos ficou fechada. É administrada pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), que agora firmou parceria com a Prefeitura Municipal para reabertura e uso. Já podemos comemorar, mas também participar, para que juntos elevemos a Pau D’alho mais uma vez a uma posição de destaque em nossa região.
Ver essa foto no Instagram

Fazendas Histórias de São José do Barreiro e Serra da Bocaina: FAZENDA PAU D´ALHO [9/9] Para contarmos um pouco da história de uma das mais importantes fazendas do período cafeeiro, precisamos voltar até o Séc. XVIII, quando, com o fim do ciclo do ouro, a inconfidência mineira e a abertura do Caminho Novo, muitas famílias migraram para o Vale do Paraíba. João Ferreira Guimarães foi um deles, que junto à sua família aqui se estabeleceu, depois de adquirir duas sesmarias. Logo ergueu engenho, fazenda de criar e rancho de tropas, mas ainda para subsistência. Ficou conhecido na região como “O Velho da Serra”. Faleceu em 1803 e seu filho mais velho, João Ferreira de Souza, um dos personagens mais importantes da história de São José do Barreiro, foi quem fez da Fazenda Pau D’alho uma das maiores produtoras e café da região. Em 1817 a fazenda é transformada e inicia-se o plantio do café. Já em 1822 o cafezal está formado e João Ferreira recebe a ilustre visita de D. Pedro I, em ocasião da viagem em que proclamaria a independência do Brasil. João e seu filho Antônio teriam seguido viagem compondo a guarda de honra do imperador. Quer saber mais? Acesse www.barreiroturismo.com.br. Siga @barreiroturismo para ficar por dentro das maravilhas desse Patrimônio Mundial da Humanidade. #fazendapaudalho #serradabocaina #serradabocainasp #bocaina #saojosedobarreiro #sjbarreiro #sjb #cachoeiras #trekking #caminhada #natureza #barreirotur #ecoturismo #cicloturismo #mountainbike #turismodesventura #ecoturismo #turismopaulista #fazendashistoricas #valehistorico #parquenacionaldaserradabocaina #vidadeinterior #viagemnanatureza #cachoeirasdobrasil #viagemrural #vidanocampo #viagememfamilia #viagempelointerior

Uma publicação compartilhada por BarreiroTURISMO (@barreiroturismo) em

Patrocínios

DISCLAIMER

Site privado criado e mantido por Marcelo Pimentel Guimarães (através da empresa MP Guimarães Consultoria EIRELI, CNPJ 17.156.600/0001-46). © 2020. Este site é meramente INFORMATIVO. Seu autor não se responsabiliza pelos serviços e produtos aqui expostos e oferecidos por terceiros, tendo sido tais informações prestadas pelos próprios fornecedores. Antes de contratar um serviço ou adquirir um produto, procure maiores informações e referências.

Todos os direitos reservados. @2020

Design e hospedagem: MP Guimarães